28 de janeiro de 2021

O Que Realmente É Hipnose?

Quando se ouve a palavra hipnose normalmente o que vem à cabeça das pessoas é que é algo místico, mágico e normalmente voltado a dons espirituais ou coisas do tipo, mas o que muita gente não sabe, é que a hipnose é sim, algo científico. Não podemos dizer que é uma ciência exata, mas podemos falar que ela é um processo científico porque todos os fenômenos que a hipnose é capaz de realizar, podem ser comprovados com exames clínicos como por exemplo; Eletroencefalograma e ressonância magnética.

Hoje no Brasil, a hipnose já é reconhecida pelo conselho federal de medicina, psicologia, odontologia, fisioterapia e terapia ocupacional, isso no Brasil, mas ao redor do mundo ela é cada vez mais bem aceita e utilizada por diversos tipos de profissionais diferentes. Então, Quando pensar em hipnose pense em um processo científico algo totalmente diferente do que as pessoas têm na sua imaginação fantasiosa.

A Hipnose é uma ferramenta fantástica e que, quando bem utilizada, pode trazer resultados excelentes e que de outra maneira seriam muito difíceis ou quase impossíveis de se conseguir. As técnicas possuem uma gama quase ilimitada de aplicações, podendo ser utilizadas nas mais variadas situações. E como toda ferramenta, pode ser usada e adaptada de acordo com os objetivos e necessidades de quem estiver usando-a.

Hoje em dia ouve-se muito falar em hipnose de palco e hipnose clínica e nas diferenças existentes entre as duas. Eu costumo dizer que esta diferença não existe, pois, na minha opinião, hipnose de palco e hipnose clínica são coisas que não existem, o que existem são diferentes aplicações de uma mesma ferramenta: a hipnose.

Hipnose clínica é a hipnose aplicada em um contexto clínico e/ou terapêutico, hipnose de palco é a hipnose sendo aplicada em um contexto de entretenimento, mas a hipnose é a mesma, os objetivos que são diferentes. E do mesmo modo que a hipnose é aplicada na clínica e no palco, ela também pode ser aplicada nos esportes, na educação, nas vendas, nas corporações e, como eu disse antes, são quase ilimitadas as possibilidades.

Quando Surgiu a Hipnose?

Os primeiros registros da Hipnose como a conhecemos hoje são datados de aproximadamente 1.500 A.C mais especificamente na época do antigo Egito com os “sacerdotes do faraó”, analisando os hieróglifos antigos percebemos que eles faziam práticas que se assemelham as práticas de Mesmer, e portanto a hipnose como a conhecemos hoje, porém a hipnose é basicamente comunicação, podemos dizer que desde que existe a comunicação existe a hipnose, pois ela é um processo natural que acontece em nossa vida todos os dias e ao contrário do que todas as pessoas pensam, não há necessidade de um relógio de bolso ou uma espiral girando para que se haja hipnose de fato.

Hipnose é a mesma coisa que transe?

Com certeza não. A hipnose é o nome dado ao processo que utilizamos para levar a pessoa ao estado de transe. Por exemplo, imagine que você não sabe ir até o Rio de Janeiro e você coloca no seu GPS o trajeto e o segue até seu destino, nessa metáfora a hipnose seria o direcionamento que o GPS te dá, o aparelho de GPS seria o Hipnoterepeuta, seu carro seria sua mente e o Rio de Janeiro seria o estado de transe.

Do mesmo jeito que seria um absurdo dizer que o Rio de Janeiro foi seu guia instrutivo, dizer que a hipnose é a mesma coisa que transe é igualmente errado. Hipnose é o processo e transe é o estado “mental”. Quando as pessoas utilizam o termo “Estado Hipnótico”, por exemplo, esse sim pode ser dito que é o mesmo que o transe, porque estamos falando de estado, mas no geral, hipnose é hipnose e transe é transe.

Um forte abraço,

Emerson Henrique,

Professor e coordenador dos cursos terapêuticos do Instituto do Conhecimento.

Categorias

Arquivos